17/07/2017

SAUDADES

REGINA MARIA

SAUDADES!

A ABEM despede-se neste 16 de julho de uma de suas associadas. Faleceu Regina Maria Giffoni Marsiglia, docente dos programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e em Ciências da Saúde Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) e da Faculdade de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), tendo formado gerações de sanitaristas e de assistentes sociais voltados ao debate e à ação no universo da saúde.

 Além do gosto pelo conhecimento e a valorização do ser humano, foi sempre professora defensora do ensino da Medicina comprometido com as necessidades sociais e de saúde das comunidades. Fez duas graduações em simultâneo, tendo ingressado em 1963 nos cursos de Serviço Social, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e no de Ciências Sociais, este na Universidade de São Paulo (USP), graduando-se em ambos nos anos de 1966 e 1969, respectivamente. Na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP ministrou disciplinas na graduação dos cursos de Medicina e Enfermagem dede a década de 1970, e nos anos seguintes, nos Programas de Pós Graduação em Saúde Coletiva e Ciências da Saúde da mesma instituição. Na Faculdade da Santa Casa, Regina Marsiglia foi chefe do Departamento de Medicina Social e ocupou diversos outros cargos internos e prestou as mais variadas atividades. Compôs também o quadro da Faculdade de Serviço Social da PUC-SP, local onde construiu carreira acadêmica tão diversa como na FCMSCSP. Suas principais preocupações na pesquisa foram as relações entre os sistemas públicos previdenciários e de saúde; condições de vida das populações urbanas mais vulneráveis; questões relacionadas à força de trabalho em saúde sempre estiveram no centro de suas investigações. Sobre o tema dos Recursos Humanos, em particular, dedicou atenção e entusiasmo, sendo a responsável pela linha de pesquisa deste tema no PPG Saúde Coletiva da FCMSCSP. Coordenou núcleos no ObservaRH do Estado de São Paulo (Parceria CEALAG-FCMSCSP, FGV-Saúde e SESSP) e na Rede de Observatórios de RH no Brasil, gerido pelo Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-americana de Saúde (OPAS/OMS).

Participou ativamente nas atividades da ABEM, sendo defensora das Diretrizes Curriculares de 2002, nas quais sua participação foi importante para os avanços que elas representaram.

Amiga, profissional responsável, defensora do ensino médico qualificado e integrado aos Serviços de saúde, deixará saudades em todos que tiveram o privilégio de com ela conviver.

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA – ABEM