02/08/2017

NOTA – PRECEPTORES ABEM

Nota

 

Formação de Preceptores

 

O Curso de Desenvolvimento de Competências Pedagógicas para Prática de Preceptoria na Residência Médica da ABEM, iniciado em 2010, tem grande importância Nacional pela sua excelente aceitação e pelo cumprimento de sua missão, uma vez que capacitou vários profissionais e, com isso, tem contribuído para a melhoria do ensino médico do país.

Esse curso, sob a coordenação das professoras Denise Herdy Afonso e Lia Márcia Cruz da Silveira e a Coordenação técnica dos professores Derly Strait e Francisco Barbosa, teve como meta inicial atender demandas das regiões mais carentes em recursos humanos. Assim, em sua primeira fase, foi direcionado às regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste do país.

Diante da expansão das escolas médicas e dos programas de residência médica em todas as regiões brasileiras, a ABEM, juntamente com outras entidades, foi convidada, pelos Ministérios da Saúde e Educação, a colaborar, através de seus programas e projetos, com capacitação de docentes e preceptores para a formação na área da saúde, e assim contribuir para o bom desenvolvimento desses novos cursos.

Além da OPAS/Ministério da Saúde, fonte financiadora das fases anteriores do projeto FORMAÇÃO DE PRECEPTORES, recebemos demandas da ABRAHUE, da Comissão Nacional de Residência Médica, EBSERH e de diversas IESs, além de programas de residência de todo o país, que pela necessidade premente, buscaram parcerias e novos direcionamentos para o projeto.

Cabe à Associação manter, com a mesma responsabilidade e qualidade com que o programa se desenvolveu até então, atender às novas demandas e assegurar a sua efetividade.

Houve exigência de ampliação no número de participantes, o que se tornará viável com mudanças metodológicas e o uso mais intensivo de educação à distância. Para tanto deveremos utilizar os recursos já existentes nos Ministérios que envolvam tal tecnologia.

 Impõe-se o aperfeiçoamento de cursos para atender demandas diferentes e em diferentes níveis de complexidade: desde a formação de preceptores para residência médica e multiprofissional, passando pelo aperfeiçoamento – com diferentes enfoques tais como o  ensino de urgência e emergência, uso de simulação, medicina de família e comunidade – até a pós-graduação em educação médica, latu e strictu sensu. Essa condição foi o que tornou possível a continuidade do financiamento da fase III do Programa.

A ABEM se propõe a enfrentar esses novos desafios, iniciando com a revitalização do programa de formação de preceptores e com a oferta de novas propostas para atender às demandas, com a expertise e colaboração de seus associados, por intermédio do EDUCABEM e de outras iniciativas que virão.

 

logo

CONSELHO DIRETOR

ABEM