16/04/2019

Curso de simulação capacita multiplicadores

Percebendo a necessidade de incorporação da simulação clínica nos diversos níveis de formação, a Abem está iniciando a capacitação de multiplicadores para operar com esta ferramenta. O curso inicial, que será realizado neste semestre, foi elaborado a partir da demanda da Ebserh, empresa pública responsável pela gestão dos hospitais universitários federais.

Sem a pressão do atendimento realizado com pacientes reais, a simulação permite que estudantes e profissionais treinem suas competências com menor risco. Afinal, eventuais erros podem ser identificados e corrigidos antecipadamente, permitindo a redução do grau de estresse no momento em que ocorre a prática assistencial direta com o paciente.

A demanda de formação de multiplicadores em simulação clínica para docentes, preceptores e gestores de centros de simulação foi apresentada pela própria Ebserh, em parceria com a Sgtes e a Opas. Além de capacitar profissionais ligados a hospitais universitários, o curso será destinado a servidores de instituições federais de ensino superior e da rede de assistência à saúde do SUS.

A iniciativa faz parte do Programa de Desenvolvimento da Rede de Centros de Simulação Clínica da Abem. Semipresencial, o curso tem 180 horas no total e será realizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem da Ebserh, com atividades presenciais acompanhadas pelas Regionais da Abem em 20 núcleos de simulação distribuídos em todas as regiões do país. A Rede de Centros de Simulação Clínica tem o objetivo de desenvolver esta metodologia de aprendizagem e criar uma rede colaborativa com as escolas médicas e seus membros. A partir dessa primeira iniciativa, outros cursos serão realizados, visando à ampliação do público-alvo, para qualificar um número crescente de instrutores de aprendizagem por meio de simulação.